Saiba tudo sobre o Cetoconazol: O que é? Para que serve?

O cetoconazol é um medicamento com ação antifúngica, amplamente utilizado na medicina veterinária. Por ser um fármaco, sua utilização deve ser prescrita por um médico veterinário de maneira correta e de acordo com o grau de enfermidade do animal.

Além de ser um antifúngico, o medicamento também tem ação anti micótico e é indicado em casos contra fungos e leveduras, pode ser encontrado o cetoconazol em pomada, cetoconazol, shampoo, creme, comprimidos e gotas.

O blog Limpatinha vai trazer todas as informações necessárias que você precisa saber sobre esse medicamento.

Cetoconazol: O que é? Para que serve? 

Como já foi citado anteriormente, o cetoconazol é um fármaco com ações antifúngica e antimicótico. É usado no tratamento de infecções na pele, geralmente, causadas por fungos e leveduras. 

Esse medicamento tem princípio ativo cetoconazol que combate a micose (antimicótica) e age rapidamente na coceira que vem dessas infecções na pele. Além da micose, pode combater os fungos que causam dermatite, caspa, candidíase e outros problemas na pele.

Nos animais, esse medicamento também é usado para os mesmos fins e deve ser prescrito por um médico veterinário de confiança já que os efeitos colaterais desse fármaco são bem fortes e é proibido a comercialização do produto sem receita fornecida pelo profissional veterinário. Confira a seguir o guia completo sobre o cetoconazol.

Leia Mais: Como limpar as patas de cachorro?

Guia completo Cetoconazol: O que preciso saber?

O cetoconazol pode ser encontrado em várias apresentações e aquele ideal para o seu pet vai depender da escolha do médico veterinário, podendo até mesmo fazer combinações de uso.

Algumas das opções vão ser via oral e, geralmente, surgem efeitos mais rápidos do que aqueles que são aplicados diretamente no local do problema. Sendo esta forma de uso aliado à alimentação para evitar problemas intestinais posteriormente.

Para que é indicado

Como já vimos, o cetoconazol é um fármaco que possui ações antifúngicas e antimicóticas que age no combate de fungos e leveduras. Eles podem causar doenças contagiosas dos animais que podem passar para outros pets e até mesmo para humanos. Então, todo cuidado é pouco!

Sendo assim, é fundamental identificar o quanto antes para que o pet receba tratamento veterinário de antemão. Além disso, é importante seguir à risca as recomendações médicas para que se evite contágios a fim de não piorar o quadro das doenças.

Esse medicamento pode ser indicado também em unhas e mucosas, assim como no tratamento de seborreias, dermatites fúngicas, hiperadrenocorticismo e síndrome de Cushing.

Qual a dosagem indicada?

Para saber a dosagem indicada, a melhor maneira é levar o seu pet para uma clínica veterinária que lá o médico responsável irá avaliar o caso e optar pelo melhor tratamento. 

Geralmente, os comprimidos de cetoconazol são de 5mg por kg de peso e indicados para que o pet tome a cada 12h. Porém, têm também de 10mg e são administrados ao bichinho uma vez ao dia. 

Recomenda-se que a dosagem do medicamento seja dada após as refeições, tendo em vista que isso pode evitar futuros problemas digestivos caso oferecido antes do animal se alimentar adequadamente. Ou, se preferir, oferecer o remédio com o alimento também facilita a absorção.

Caso a dosagem seja mal administrada, sérios problemas para a saúde do animal podem acontecer como, por exemplo, a intoxicação do pet por uso excessivo e também problemas digestivos.

Leia Mais: Conheça o Instituto Luisa Mell e saiba como ajudar a causa animal

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais podem ser diversos: vômitos, diarréia, anorexia, distúrbios hepáticos e icterícia. Mas, também podem ter efeitos que são menos comuns de se apresentarem no animal como alterações neurológicas, cansaço, descoordenação e tremores.

Quando o uso do medicamento é feito de modo tópico (na pele), o cetoconazol pode causar na região administrada do pet o ressecamento, vermelhidão e descamação da pele.

É importante prestar atenção nos sintomas dos efeitos já que uma overdose desse medicamento apresenta os mesmos sintomas além da coceira e perda de pelo. Além dos efeitos colaterais, é importante mencionar que o cetoconazol é teratogênico, ou seja, ele pode causar malformações nos fetos. 

Sendo assim, é contraindicado para pets gestantes e também para animais que estão amamentando filhotes com menos de dois meses.

O fármaco também não é recomendado para animais que tenham doença hepática.

Formas do medicamento

O cetoconazol é disponível em diferentes apresentações podendo ser encontrado em comprimidos e suspensão oral, já o cetoconazol em shampoo é outra forma do fármaco que pode ser usado por todo o corpo do animal ou somente em áreas específicas.

O shampoo deve ser administrado na região afetada e deve deixar alguns minutos para agir. O importante é alertar que o shampoo sozinho não promove a cura, mas reduz a infecção e precisa ser combinado com um antifúngico para uma ação mais poderosa.

O shampoo cetoconazol para pets também podem conter clorexidina que tem ação desinfetante bactericida. O creme desse fármaco é outra opção para uso tópico e também precisa ser administrado com outro medicamento sistêmico.

Leia Mais: Cachorro vomitando: O que pode ser? o que fazer?

Período de tratamento

Geralmente, o período de tratamento é prolongado, ultrapassando os dois meses. Porém, cada caso vai ser tratado de acordo com a gravidade da situação, e deve sempre ser manipulado por um médico veterinário de confiança.

Cetoconazol: Precauções

O cetoconazol não deve ser usado em animais que possuam insuficiência renal ou hepática. A administração do medicamento deve ser usada com cautela quando se trata de animais que são filhotes ou idosos. O médico veterinário poderá fracionar o fármaco caso seja necessário.

Curiosidades e preços

O cetoconazol é um medicamento derivado do imidazol e foi descoberto na década de 1980. Uma das curiosidades é que sua forma oral é bem mais tóxica do que os outros fármacos antifúngicos.

Ele também é usado para o tratamento de pé de atleta, micose corporal, micose de virilha, dermatite seborreica, micose do sol e candidíase cutânea.

O preço desse fármaco varia de acordo com a sua forma e quantidade. Os de uso tópico: o preço de um creme de 20mg pode ser encontrado por R$25,00. Já um spray antifúngico com esse componente tem o valor de R$60,00.

O shampoo, por sua vez, tem o valor de R$48,00. Já os de uso oral, os comprimidos podem ser encontrados por R$68,00 a cartela contendo 10; e o de gotas de 20 ml custam cerca de R$60,00.

Lembrando que esses medicamentos podem ser encontrados na internet, em petshops e clínicas veterinárias. Porém, o recomendado é buscar uma clínica onde venda o produto e levar a receita, já que o risco do pet ter complicações caso o fármaco seja administrado sem prescrição médica é muito alto. Acompanhe conteúdos incríveis em nosso Blog!